quinta-feira, 30 de setembro de 2010

coisas que não percebo

- o exercício completamente desequilibrado entre receitas e despesas na gestão das contas públicas;
- pessoas que sorriem sempre;
- a titularidade inquestionável do César Peixoto.

1 comentário:

€%$@ disse...

Curiosamente a titularidade do César Peixoto deve ser partilhada com muitas outras pessoas. Já o resto... nem por isso, infelizmente.